segunda-feira, 21 de maio de 2018


MINHA POESIA ESTÁ NUM MURO EM ASTORGA, NO PARANÁ...  NÃO É O MÁXIMO?
UM MERGULHO NA POESIA E NA POÉTICA DA VIDA


RENOVAÇÃO

Todos os dias
O sangue
Que corre
Nas veias
Já não é
O mesmo
Nem eu!

Inês Santos



UM APERITIVO PRA VOCÊ 

MERGULHOS NA ALMA

Palavras
Afogadas
São

Resgatadas

Se
de
Amor

Ressuscitadas

De
Corpo 
E
Alma


Inês Santos

sábado, 19 de maio de 2018


ASAS LIVRES

Eis que o silêncio
Corta o vento
E me traz paz
E me traz calma
Juntos somos tempestades
Areias movediças
Terremotos
Furacões
Não, não me respondas
Perguntas do passado
Deixe tudo por lá puído
Solto, leve, volátil
Asas livres ao acaso

Liz Rabello


EIS QUE PARTICIPO PELA PRIMEIRA VEZ DE UMA ANTOLOGIA DO ENCONTRO DE POETAS DA LÍNGUA PORTUGUESA
É com muita alegria que recebemos pela primeira vez no nosso projeto a querida poetisa brasileira de São Paulo-SP, Liz Rabello. Bem-vinda à família do EPLP com seus delicados poemas. Esteja em casa. Somos um só verso. (Marisa Sorriso)
O Encontro este ano será em 31/08 e 01/09 no Rio de Janeiro. Depois será em Recife 13 e 14/09. Depois será em Lisboa e por último em Luanda.



quarta-feira, 9 de maio de 2018

"Não Acontecem Primaveras na América Latina"
(do Poeta Edivaldo de Jesus Teixeira)

VOZES: Vários poetas, inclusive a minha.

 Milton LunaAkira YamasakiRosinha MoraisJoão Caetano Do NascimentoSilvia Maria RibeiroEdvaldo SantanaInês SantosAntonio TorresLau SiqueiraTeresa LopesEscobar FranelasEder LimaLiz RabelloMauri De NoronhaSandra PeixotoRonaldo Ferro FerroLigia Regina LimaDarc MaiaDeise CapelozzaManogon Manoel GonçalvesSandra Gomes LealZulu de ArrebatáLuiz Carlos Bahia.

TRILHA SONORA: "Cancion con Todos" (Arranjo e interpretação de   German Rojas (integrante do Grupo EntreLatinos)


Mais um vídeo espetacular do meu amigo Milton Luna... Quanta honra estar ao lado de poetas e de suas vozes ecoando palavras de fé, de utópicos desejos de justiça, sintonia com nossa pérfida realidade, mas otimizando o tempo. Leio o triste, o sórdido e escuto nas palavras de denúncia um grito de esperança, num futuro que um dia virá...
Liz Rabello

segunda-feira, 7 de maio de 2018

PESQUISA "DIVERCIDADE"

QUAL A SUA FORMA DE VER A CIDADE? (PROJETO DE Escobar Franelas)

PARA UMA POETISA, MINHA FORMA DE VER A CIDADE SÓ PODERIA SER PELA POESIA:



CADEADOS DE BRONZE

No Brasil pós golpe só se vê
Pelas janelas dos transportes
Aluga-se... Vende-se!
Não há mais dinheiro na praça
Nem empregos em massa
Nem lazer pelas calçadas
Todas de mato cobertas
Não há mais passagens aéreas
Com preço quase de graça
Não há mais viagens turísticas
Conhecer obras de arte
Em Paris ou no velho MASP
O que nos resta?
Senão o vil aprendiz
O que fazer pelo meu Brasil?
Trocar alianças de ouro?
Ou nos fechar em portões
De cadeados de bronze

Liz Rabello



VOLTA PARA CASA PELA ESTRADA DOS ROMEIROS/ITU

LINDA PAISAGEM, SE NÃO FOSSE PELO RIO. AS NUVENS DE ALGODÃO SÃO BOLHAS DE SABÃO A COLORIR DE BRANCO CINZA O CORAÇÃO... QUE TRISTEZA!







quinta-feira, 3 de maio de 2018

XII ENCONTRO DE POETAS BRASILEIROS

PORTAL DO POETA BRASILEIRO
ACADEMIA NACIONAL DO PORTAL DO POETA BRASILEIRO


 


AS IMAGENS FALAM POR SI MESMAS

FIZ PARTE DESTA CAMINHADA POÉTICA


MUITO FELIZ COM MINHA ROSA DOURADA


quarta-feira, 2 de maio de 2018


XII CONGRESSO DOS POETAS DO PORTAL E DA ANLPPB

COLONIAL PLAZA HOTEL EM ITU

MARAVILHOSA HOSPEDAGEM, CAFÉ DA MANHÃ DELICIOSO, DECORAÇÃO IMPECÁVEL, QUARTO ESPAÇOSO, AGRADÁVEL AO OLHAR E À SAÚDE... 
AMEI ... AMEI 



TRIO E QUARTETO DA HARMONIA



SÓ RISADAS





DECORAÇÃO LINDA NO EXTERIOR E INTERIOR


TÃO LINDO DE DIA QUANTO DE NOITE


QUANDO  UM HOTEL VIRA POESIA


terça-feira, 1 de maio de 2018


RECADO

Hoje viro costas e digo
Não às tuas mentiras
Não às tuas promessas
De amor eterno
De amor amigo
De amor bandido

Hoje viro costas e sigo feliz
Por que não? F-E-L-I-Z
Por jamais ter aceitado
Teus pedidos de casamento
Colocar em meu nome o teu
Só pra ser maior a dívida que tu deixaste?

Hoje viro costas e sigo feliz
Por nunca ter me enrolado
Em teus afãs de desejos
De mudanças de país
Com meu quinhão, tanto custo conquistado
Com minha casa vendida, como tu querias

Hoje viro costas e sigo feliz
Sei que não estou só
Ao contrário dos teus ditos
Existem muitos amigos
Família, netos, alunos
Que estão me estendendo a mão

Liz Rabello

quinta-feira, 19 de abril de 2018

UM POUCO ANTES



Belíssimo amigo Milton Luna... Amei demais participar deste lirismo coletivo, que engrandece a obra literária do poeta e romancista João Caetano Do Nascimento. Trabalho perfeito de construção do vídeo. A música do Ronaldo Ferro foi muito bem escolhida. E o uníssono de todos os poetas aclamando o autor do poema ao final ficou simplesmente emocionante. 
Liz Rabello